QUANDO O ESPÍRITO BENFIQUISTA PREVALECE, NÃO HÁ DERROTA, CORRUPTO, MERCENÁRIO OU ARRUACEIRO QUE O CONSIGA APAGAR OU FAZER REGREDIR.
BENFIQUISMO É ESTADO DE ALMA SEM DEFINIÇÃO, PRIVILÉGIO DOS PUROS!

quinta-feira, 17 de julho de 2008

sábado, 5 de julho de 2008

FINALMENTE...CORRUPTOS CAEM



O desvairado GONÇALVES PEREIRA "passou-se" e... não poderia ter prestado melhor testemunho de CORRUPTO e capanga de Bin-Laden-da-Costa. BANDIDO!






CJ DECIDE SEM PRESIDENTE E VICE:
BOAVISTA DESCE, CORRUPTO DA COSTA SUSPENSO


Sem vice-presidente e presidente, os cinco vogais que restavam do Conselho de Justiça (CJ) decidiram tomar em mãos as decisões sobre os vários processos do Apito Final. Ao presidente do organismo, Gonçalves Pereira, que encerrou a reunião, foi instaurado um processo disciplinar, com suspensão preventiva imediata.

O CJ negou provimento aos recursos do Boavista e de Pinto da Costa, mantendo assim a descida dos «axadrezados» à II Liga e os dois anos de suspensão ao presidente do F.C. Porto.

Os vogais entendem que, com cinco votos, havia quórum para tomar decisões, embora subsistam dúvidas sobre a sua legalidade - recorde-se que sem uma decisão do Conselho de Justiça os campeonatos nacionais não podem ser homologados.

Impedimento de João Abreu considerado ilegal

Álvaro Batista foi porta-voz dos vogais e explicou que a reunião decorria normalmente até que Gonçalves Pereira chamou João Abreu para dizer-lhe que estava impedido de participar nas deliberações «dos recursos do Boavista e de Jorge Nuno Pinto da Costa». Terá sido então «interposto recurso dessa decisão e proposto que Gonçalves Pereira reparasse a mesma, por se considerar ilegal». No entanto o presidente do CJ «recusou discutir o recurso e revogar a decisão». Assim, foi proposta «a instauração de um processo disciplinar» a Gonçalves Pereira, «com a sua suspensão preventiva imediata», que, «logo de seguida, deu por encerrada a sessão e abandonou a sala».

O vogal prosseguiu apontando que «os membros presentes - cinco - decidiram continuar a reunião por considerarem nula a decisão de encerramento de trabalhos, por se destinar a impedir a tomada de deliberação sobre aquela proposta [de instauração de processo disciplinar e suspensão], bem como deliberar as demais propostas ainda em tabela».

Pena de Jacinto Paixão reduzida

A verdade é que a reunião prosseguiu e, pouco antes das duas da manhã, os vogais anunciaram «a instauração de procedimento disciplinar a Gonçalves Pereira, com suspensão preventiva», tendo sido «revogado o despacho que declarou impedido João Abreu». Foram ainda «deferidos os recursos da tabela». Ou seja, foi negado provimento aos recursos do Boavista, a um dos requerimentos apresentados por João Loureiro (o outro foi adiado por falta de relator), ao recurso de Pinto da Costa e Augusto Duarte.

O requerimento conjunto de Pinto da Costa, Jacinto Paixão, José Chilrito e Manuel Quadrado foi considerado «parcialmente procedente quanto a Jacinto Paixão» - há uma redução do castigo, que inicialmente era de quatro anos de suspensão - e foi «negado provimento aos restantes».

P.S.- TEM A PALABRA UEFA/TAS

sexta-feira, 4 de julho de 2008

O GANGSTER BIN-LADEN-DA-COSTA

Tribunal pronuncia Pinto da Costa por agressões a Carolina
EM CAUSA TRÊS ALEGADAS BOFETADAS


O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto pronunciou Pinto da Costa por agressões a Carolina Salgado, considerando que terá cometido um crime de ofensa à integridade física simples.O TIC da Invicta pronunciou, ainda, o motorista do presidente do FC Porto, Afonso Ribeiro, e um alegado amigo ou "segurança" de Pinto da Costa, Nuno Santos, pelo mesmo crime.O juiz de instrução considerou - em despacho escrito a 30 de Junho - que Pinto da Costa deu duas bofetadas no rosto a Carolina Salgado, tendo permitido que o motorista e o "amigo" a empurrassem, fazendo-a cair ao chão.Os factos ocorreram a 6 de Abril de 2006, no pátio da residência de Carolina Salgado, na Freguesia da Madalena, em Vila Nova de Gaia.Segundo o despacho de pronúncia, tudo começou com uma troca de insultos entre o motorista e Carolina, quando esta tentava impedir que retirasse do apartamento um faqueiro, reclamado quer por ela quer por Pinto da Costa após a separação.Nessa altura, Afonso Ribeiro "atirou com o faqueiro ao chão e agarrou Carolina pelo pescoço, apertando-a enquanto lhe mostrava uma chave junto à face", proferindo ameaças violentas e impropérios.No local - prossegue o juiz - estava presente Ana Salgado, irmã gémea da alegada vítima, que tentou interpor-se entre Carolina e o motorista, tendo sido empurrada e atirada ao chão por Nuno Santos que terá, depois, dado três empurrões a Carolina levando-a, também, a cair ao chão. A ex-companheira de Pinto da Costa foi, então, manietada pelo motorista, ocasião que o líder portista terá aproveitado para lhe dar as duas bofetadas. O Tribunal considera que os arguidos provocaram, além de dor e mal-estar, diversas escoriações a Carolina Salgado, que lhe custaram cinco dias de inactividade.

P.S. - Sem comentários

CHEGA-LHE PLATINI


VAI...BEM FUNDO!

A OUTRA "FRUTA"


Para o F.Corrupto.Porto todos os meios justificam o fim desde que se trate de agradar os gostos refinados da arbitragem. O tipo de "fruta" tampouco importa como se poderá ver na foto.

APITO FINAL E O P.FERREIRA

ATENÇÃO À CONFERÊNCIA DE IMPRENSA DO P.FERREIRA


A direcção do Paços de Ferreira marcou uma conferência de imprensa para esta sexta-feira na qual promete apresentar «importantes dados» relativos ao processo Apito Final, no qual a Comissão Disciplinar da Liga condenou o Boavista à descida de divisão, situação que, a manter-se, permitiria ao paços continuar no primeiro escalão do futebol português.
A conversa com os jornalistas está marcada para as 11 horas e vai contar com a presença do presidente do clube, Fernando Sequeira, e do responsável pelo departamento jurídico. Segundo anuncia o clube, no seu site oficial, as novidades a apresentar estão relacionadas com «movimentações observadas à volta do Conselho de Justiça da FPF», instância que deverá julgar, também esta sexta-feira, o recurso do Boavista.
Segundo revela o comunicado do Paços, na conferência de imprensa
irão ser apresentadas «situações que colocam em causa a idoneidade e isenção deste órgão na decisão do caso».

quinta-feira, 3 de julho de 2008

A MINHA INDIGNAÇÃO

É que eu não posso nem devo pactuar com oportunistas pseudo benfiquistas que se demitem da luta contra os corruptos (está bem patente no seu escrito) e se atiram como cães sarnosos a quem tenta com esforço elevar cada vêz mais o nome do GLORIOSO lutando precisamente contra a corrupção não só em nome do BENFICA como também do futebol português.

Eis a minha indignação em resposta ao Bruno de Carvalho, autor do post "AOS MEUS CRÍTICOS" inserto no blog "Novo Benfica".

Sr. Bruno

Com este parágrafo "Com sinceridade, penso que este sucesso ultrapassou as expectativas de todos os membros do painel deste blog e apenas veio confirmar a necessidade de haver um espaço sério onde se pudesse reflectir de uma forma livre, serena e responsável sobre o Benfica." poderemos aquilatar não só o pretenciosismo do seu blog bem como a falta de respeito e a tentativa de criação do "culto da personalidade blogueira" e o elitismo descarado de pseudo benfiquistas apostados em derrubar o "analfabeto" que sem possuir um canudo tem dado cartas a muitos "dr.s" feridos de inveja e despeito por não poderem ter o Benfica como rampa de lançamento ao "estrelato" e quem sabe, desenvolver torpes jogos de tabuleiro para se servirem ao invés de servirem.
É muito pretenciosismo, quiçá, desfaçatez, insinuar abertamente ("...apenas veio confirmar a necessidade de haver um espaço sério...") que os outros, alguns, menos pretenciosos e "intelectualizados" não são sérios, não valem nada,enfim, não passam de uns medíocres.

Vou ser muito honesto: a sua linha de actuação deixa no ar a intenção do querer demarcar-se e ao mesmo tempo despertar a atenção (sabe-se lá de quem) acenando a bandeira de um "Novo Benfica" com vista a um lugarzinho (Director de Comunicação, será?) numa futura lista concorrente à Direcção do GLORIOSO.
Mais: um "Novo Benfica" apregoava tambem um outro personagem com "novissimas ideias", de seu nome: JVA!

Não pense que sou pró ou contra este ou aquele elemento, sou apenas a favor do BENFICA, que fique claro.

Àh... sou assim:

 Cumpro com todas as obrigações para com o Clube.
 Acompanho diáriamente a vivência dentro e fora do Clube.
 Apoio a equipa nos bons e nos maus momentos.
 Não assobio para manifestar o meu desagrado.
 Não calunio, não mostro lenço branco, nem exponho cartaz difamatório.
 Não julgo opções do treinador. (ele sabe mais que eu e fáz tudo para vencer)
 Não comento em público assuntos e dirigentes do Clube, faço-o em sede própria.
 Não julgo ou critico acções sem profundo conhecimento de causa.
 Não sugiro soluções sem me certificar da sua real viabilidade.
 Exponho as minhas ideias e exijo explicações nos lugares próprios.

P.S.- Uma verdadeira família é una e indivisível e a manutenção desta harmonia só se consegue com a discussão e resolução dos seus problemas no interior do seu próprio seio.

POR UM BENFICA CADA VÊZ MELHOR!

Em tempo: Com a leitura do seguinte se comprova que Bruno Carvalho se está a fazer a um "tacho" numa futura direcção:

PS 2: Em breve farei um post dando a minha opinião como é que o Benfica se deve organizar para ser um clube vencedor e outro com uma primeira avaliação do trabalho de Rui Costa.

TEM MESMO PINTA DE "ILUMINADO"!