QUANDO O ESPÍRITO BENFIQUISTA PREVALECE, NÃO HÁ DERROTA, CORRUPTO, MERCENÁRIO OU ARRUACEIRO QUE O CONSIGA APAGAR OU FAZER REGREDIR.
BENFIQUISMO É ESTADO DE ALMA SEM DEFINIÇÃO, PRIVILÉGIO DOS PUROS!

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

FERGUNSON ACUSA EMPRESÁRIOS

  1. Alex Ferguson
Que os empresários são uma corja de oportunistas, ladrões, corruptos e altamente nocivos aos clubes e jogadores  já se sabia, mas até agora se desconhecia o tipo de exigências (e Fergunson apenas destaca algumas) com que manobram afim de vergar o clube interessado no concurso deste ou daquele jogador.

São  jogadas sujas, torpes e a ausência de escrupulos que instalaram no futebol, a nível de aquisições, a bandalheira e a roubalheira existentes.
Também é verdade que muito têm contribuído para o panorama caótico das finanças dos clubes -a desonestidade por um lado e a incompetência pelo outro- certos dirigentes,os tais que se candidatam para servir e acabam por se servir das instituições que neles confiaram. Exemplos? Há tantos que se torna desnecessário referir.

Alex Fergunson, um homem sem medo, põe o dedo na ferida. E vai doer muito a muito chulo que circula no circuito ''el dorado'' do futebol aproveitando a vaidade de uns e a desonestidade da maioria dos dirigentes desportivos.
DECLARAÇÕES QUE AJUDAM A PERCEBER CERTAS TRANSFERÊNCIAS:

Uma vez, revelou o treinador, o Manchester United queria contratar um jogador e foi transmitido ao clube que as negociações para a transferência do atleta só seriam possíveis se o clube comprasse um bloco de apartamentos, apartamentos esses para naturalmente oferecer ao empresário que mediava o negócio.

Outra vez o clube queria contratar um avançado, mas o empresário exigiu que o seu jogador recebe bónus por cada golo que marcava. «Pedi ao clube se podiam por favor lembrar essa pessoa que essa era a primeira razão por que estávamos a contratar o jogador: porque ele marcava golos», conta Ferguson.

«Fico chateado quando alguns treinadores me telefonam a contar que este jogador ou aquele - e estamos a falar de jogadores que não podiam limpar as botas dos meus miúdos da equipa de reservas - pedem um milhão de euros por ano para assinar contrato. Isso é que torna tudo decepcionante», referiu.

«No Man. United a maioria dos jogadores merece o que está a receber. Jogam em frente a 75 mil pessoas todas as semanas, têm êxito, são bons jogadores e profissionais honestos. Eles mostram produção, trazem gente ao estádio e merecem. Mas existem atletas em outros clubes que recebem fortunas não sei porquê.»

Esta conversa, como já se disse, veio a propósito das dificuldades em renovar com Rooney, dificuldades essas que o Man. United desconfia terem sido provocadas por promessas do Manchester City através de um empresário. «Acho que ele foi mal aconselhado, mas percebeu que estava a cometer um erro.»

Curiosamente um dos filhos de Alex Ferguson já foi empresário de jogadores. Jason Ferguson foi até tema de um documentário sobre a actividade dos agentes de futebol. «Não lido com eles directamente, mas o chefe-executivo David Gill tem de o fazer, e é um trabalho duro. Eles têm uma imaginação que é inacreditável.»

in: Mais Futebol

5 comentários:

GuachosVermelhos disse...

Esse Fergunson já agora podia explicar como é que um obscuro jogador chamado bebé que poderia ser comprado por tuta e meia, foi parar ao Manchester pelo preço louco que custou!
Abraços e bom ano!

Joseph Lemos disse...

Poderá Fergunson ou não explicar dependendo se esteve por dentro do negócio.

Pelo que se lhe conhece,é mais que certo que reconheceu valor e aprovou a ida do jogador para Manchester mas quanto à parte financeira não se sabe se teve ou não interferência.

Muitas vezes os treinadores não querem saber quanto custa determinado atleta,o que querem é tê-lo no plantel independentemente da verba paga e do rendimento futuro do mesmo.

Quantos jogadores considerados craques depois da mudança caem no sub-rendimento?

É verdade que Bébé nunca foi considerado craque em Portugal mas se Fergunson optou pela compra certamente viu nele algo que nós não conseguimos vislumbrar.
E explicar isto?

GuachosVermelhos disse...

olá amigo,
Vais-me desculpar mas o negócio bebé fede que se farta e não tem ponta por onde lhe pegar...
Quanto ao valor do moço, claro que não me comparo ao Fergunson, mas não consigo ver nada no rapaz...
Parece-me mais um negócio da china do tipo (queirós na jogada) manucho, que não valia nada e o Nani (esse é mesmo bom) que saiu por numeros acima da clausula de rescisão...
Abraço

VHugo disse...

Por estas Razões é que os Funes e cebolas do nosso futebol são desviados!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2011/01/e-agora-nada-que-tenha-haver-com-o-slb.html

águia_livre disse...

Os empresários são as cobras venenosas do futebol.
Mas o Fergusson não é nenhum santinho e sabe muito bem que há muito tempo que é assim.
Não sabe ele quanto é que o MU ganhou com a transferência do Cristiano Ronaldo?
Enfim, falam e ficam aliviados

Cumprimentos desportivos e benfiquistas
.