QUANDO O ESPÍRITO BENFIQUISTA PREVALECE, NÃO HÁ DERROTA, CORRUPTO, MERCENÁRIO OU ARRUACEIRO QUE O CONSIGA APAGAR OU FAZER REGREDIR.
BENFIQUISMO É ESTADO DE ALMA SEM DEFINIÇÃO, PRIVILÉGIO DOS PUROS!

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

ESTUPIDÊZ, IMBECILIDADE,IGNORÂNCIA, QUAL A DISTÂNCIA ENTRE SI?

Não, desta vêz, juro, não vou fazer qualquer comentário. Apenas reproduzirei hilariantes e estapafúrdias afirmações que levarão os leitores a formularem uma resposta ao título deste "post".

1.- Acima de tudo, os 13% que votaram em Rangel têm uma capacidade de mobilização muito superior aos 83%. 

2. - Luís Filipe Vieira sai mais legitimado e reforçado após estas eleições em que teve que enfrentar uma lista adversária credível... 

3. - Uma oposição legitimada por ter apresentado um projecto alternativo...

4. - Rui Rangel e os seus apoiantes ao apresentarem uma lista candidata que primou geralmente pela elevação na campanha...

5. - Para se candidatar a um clube de futebol é necessário uma certa dose de populismo e de vender sonhos aos sócios.

6. - Rangel adoptou um discurso demasiado politicamente correcto.

7. - ... apoiei Rangel e votei Rangel. Não me arrependo e voltaria a fazê-lo.

Fonte: Nova Geração Bastarda

Autor: Vermelhusco (o nome tem razão de ser: jamais chegará a vermelho)

Prometi e cumpro: não comento! 

Mas aqui para nós que ninguém nos lê: Não há musculo abdominal que não me doa...de tanto rir! 

P.S. - Alguns questionarão o motivo de apenas fazer 7 referências hilariantes. Meus amigos, não existem os 7 pecados capitais?  Pois resolvi instituir as 7 baboseiras bastardo-geracionais.

4 comentários:

ALM disse...

7 pontos em que os 6 primeiros são para rir por serem 12 mentiras,e o 7º é para rir de gozo.
Isto de facto faz doer os músculos da barriga.

Bicadas de Aguia disse...

Comecei o post a sorrir e acabei a rir e bom rir!!!

cronistAndante disse...

De facto, o ridiculo é tanto que, pensando melhor depois da barrigada de rir, dá pena. Uma tristeza, será que o cujo não se enxerga?

Jotas disse...

e eles insistem...insistem, mas enfim, já ninguém lhes dá importância, creio mesmo que já nem eles se dão importância uns aos outros, um caso típico, daqueles de ter pena e dizer coitadinhos.